A tribo Fulni-ô – palavra que significa agrupados na beira do rio – é a única tribo do Nordeste a preservar a sua língua, o ia-tê.

Localizados em Pernambuco mais especificamente no município  de Águas Belas, numa aldeia de 11.500 hectares, localizada a 500 metros da sede da cidade. Sua população é de aproximadamente 3.600 índios.

Vivem do artesanato que comercializam nas feiras livres da região. Ainda praticam a caça e pesca, mas essas atividades estão quase em extinção, devido aos desmatamentos e à poluição dos rios da região.

Suas manifestações culturais incluem a dança que são inspiradas em vários animais, sendo o toré o mais tradicional. E a música, utilizam o maracá, o toré e a flauta como instrumentos.

Veja alguns registros da nossa visita à tribo Fulni-ô:

Fotos: Carlos Cajueiro

 

A sensação de está imerso em ritos mantidos criados por antepassados, é o que nos trouxe até aqui!

Nessa coleção  demonstramos nosso apoio a manifestações de proteção a bens imateriais indígenas. É necessário compreender as suas manifestações culturais, para que se construa um mundo onde eles sejam respeitados pelas suas diferenças.

Queremos despertar os sentimentos de respeito e preservação, e aproveitar o legado dos índios nas suas artes, conhecimentos, tecnologias, espiritualidade, convivência harmoniosa com as pessoas e com a natureza.