Nesse domingo saiu uma matéria sobre biquinis do verão no JC, e nela estava o nosso NEÓNZÃO marcando presença, lindo de se ver.

Confere a matéria da Carol Botelho, amamos!

Arrecifes – 09/12/2012

-A cara do verão
“Os estilistas até que tentam empurrar o maiô. Mas sem biquini fica parecendo que falta alguma coisa na programação praieira. Sinônimo de liberdade e de uma vidinha bem à vontade na areia, é certo que o duas-peças com lacinho nas laterais não vai faltar. Mas deixará o lugar cativo na canga para a versão retrô que anda tentando invadir nossas praias há algumas temporadas.
Como água mole em pedra dura…, é bem capaz de as areias de 2013 se encherem de calcinhas hot pant (aquelas que ultrapassam a linha da cintura) e sutiãs tipo bustiê. A turma fashion deve aderir e encarnar a pin-up anos 1950. Nessa pegada, dá para incluir babadinhos e lacinhos numa boa. E se é para ser vintage, os maiôs se encaixam direitinho no closet desse pessoal mais descolado. Mas só se for daqueles comportadinhos, que deixam o bumbum devidamente coberto e muitas vezes lembram um vestido curto. O decote nos seios, as estampas geométricas e de animal print e os tons mais abertos e quentes como os fluorescentes dão o toque de contemporaneidade e sensualidade para desencaretar o look.
O modelo engana-mamãe continua dando caldo e persiste há algumas temporadas, com recortes cada vez mais renovados. O pessoal que ingere suplementos de vitamina D para não ter que dar sequer um bom dia ao sol não terão problemas com marquinhas em lugares indesejados. E para quem não abre mão do bronzeado e gosta mesmo é de se esbaldar devidamente protegido por um bom filtro solar, a opção meio-termo é a calcinha mais baixa (além do biquíni de lacinho), que imita um top reto mais parecido com uma saia daquelas curtíssimas. Ainda para aquelas que gostam mesmo de mostrar o corpão bem torneado graças a horas na academia ou a intervenções cirúrgicas, o modelito de lateral enroladinha que foi febre nos anos 1980 é outra alternativa.
Dos oitenta também voltou a calcinha cavadona, conhecida como asa-delta. Seja lá; qual for o tamanho, calcinha e sutiãn; podem combinar ou descombinar. A hot pant, por exemplo, pode vir com um top de cortininha.Já o bustiê ou top grandão compensam o excesso de pano na calcinha tipo tanga. Na versão 2.0 do beachwear, vale ainda investir nos tons metalizados, apliques de pedrarias, bordados de paetês, tramas abertas, detalhes vazados e tudo mais que possa atualizar a pegada vintage. As peças mais elaboradas são para aquelas que ficam sequinhas bem longe do mar e que costumam envergar até salto alto, brincão e colarzão em plena areia. Depois que der muita pinta e já estiver na fase de se achar um peixe fora d’água com tantos badulaques, dê um bom mergulho, sem plumas e paetês, mas com muito glamour.” Carol Botelho cbotelho@jc.com.br

Meninas, só uma observação para esse biquini hot pants; esse não é igual ao de Camila Coutinho, é um outro modelo. A diferença dos dois é que o outro tem a parte dupla e pode dobrar, e esse é um pouco mais baixo, fora o drapeado, que na prática funciona muito bem como uma “cinta” e ainda disfarça a barriguinha. Às que interessarem já sabem, encomendem aqui.

Uma observação (boa notícia) é que valor saiu errado nessa matéria, e para não deixar ninguém confuso, estamos retificando que o valor correto é R$ 196 e não 225 como tem lá :))
beijos Lou e Cathy.